Livros voadores

Primeiramente vi esse curta no blog de uma amiga. Postei no Facebook, mas parece que ninguém deu muita importância.

Hoje vi uma chamadinha novamente no Twitter, mas retwitaram pouco… Fiquei “sem graça”, já que achei o vídeo emocionante, lindo e maravilhoso!! Não resisti e resolvi colocar no meu blog também.

Parece que ele foi o vencedor do Oscar de Melhor Curta de Animação.


Parcerias com Blogues

Lá fui eu em busca de meus blogs parceiros. Já comentei em outra ocasião que adicionei alguns links de blogs que eu gostava. Não era uma questão de parceria, mas se tinha haver com o meu nicho e eu gostava do jeito que a pessoa escrevia, estava “linkado”.

Tenho até o pessoal do “Amanheceu o Pensamento”, espaço que eu dediquei aos poetas e poetizas que conheci, em sua maioria, no Facebook. Gosto das coisas que essa turma maluca escreve.

Bem, mas com tudo isso, preciso de parceria para a divulgação do meu trabalho. Como não conheço bem o caminho da pedras, o jeito foi perguntar. Passei alguns e-mails e a explicação veio.

Parcerias:

Vou explicar o que entendi. Se for parceria de blog para blog basta trocar o banner (mais ou menos isso) ou disponibilizar o link  um na página do outro. Perfeito.

Se for parceria de escritor com o blog, já é um pouquinho diferente. Você manda um livro para fazerem a resenha e outro (se quiser/puder) para sorteio no blog.

Seria ótimo se eu tivesse alguns exemplares para poder fazer parceria com os blogs, mas infelizmente essa ainda não é minha realidade.

Proposta Indecente

Foi esse o nome carinhoso que eu dei para a proposta que eu fiz a alguns blogs. Perguntei se eu poderia estar enviando o meu texto em PDF para fazerem a resenha, me comprometendo a enviar um exemplar para sorteio assim que possível.

Falar a verdade eu nem imaginei que alguém responderia ao meu e-mail, mas como um “não” eu já tinha… rs. Sempre temos um “não” antes de pedir alguma coisa para alguém, mas precisamos é batalhar pelo “sim”. Acreditando que existia uma pequena possibilidade, lá fui eu.

Não acreditei quando recebi a primeira resposta  do meu pedido!!

Só que essa parte eu conto melhor no próximo post.

Beijos a todos que me lêem!

 

 


Voltando às Origens

Há muitos e muitos anos (rs), em um tempo muito, muito logínquo, eu me tornei Bacharel em Direito. O tempo foi passando e o Direito foi se tornando apenas uma lembrança, já que eu não fui trabalhar na área.

Familiares e amigos sempre me cobraram de ter abandonado essa carreira tão promissora, mas minha paixão tomou outros rumos e agora estava longe deste caminho. Só que eles não desistiram.

Essa história “quase” comovente está longe de seu final e hoje estou escrevendo (com o passar dos dias) mais um capítulo da minha saga. Uma história de amor e ódio, uma paixão avassaladora do passado tentando ressurgir em minha vida e… Deixando o drama de lado, tenho novidades a esse respeito.

Bem, o curso de Direito é realmente apaixonante, mas quando nos afastamos, os sentimentos amornam. Confesso que hoje não consigo me visualizar trabalhando na área, mas sei que meu destino me levará novamente a trilhar esse caminho.

No momento estou flertando com esse velho companheiro. Não sei bem o que vai dar, mas vou deixar rolar. Estou me comprometendo (comigo mesma) de todos os sábados dar uma nova chance para antigos sentimentos virem à tona e eu conseguir voltar às origens.

O professor que está ministrando as aulas, além de ser um advogado conceituado, é um mestre extremamente divertido, levando de forma leve e envolvente os alunos (que na boa maioria tiveram pouco ou mesmo nenhum contato com a área) a um passeio delicioso. Claro que a base é fundamental e para quem está apenas começando ou precisando de esclarecimentos para poder prestar um concurso, essas aulas são fundamentais.

Para mim, que apesar de estar formada, preciso desse contato mais natural (básico mesmo), para poder encontrar um ponto comum e achar o brilho, a beleza do Direito e voltar a me apaixonar.

Voltamos a falar a respeito deste assunto conforme as coisas forem evoluindo.


Orkut

Lá fui eu para o velho e bom orkut! Nem sabia mais mexer, mas passei o dia me atualizando.

Coloquei algumas fotos, inclusive de família! Falei sobre o blog, sobre Minha Cinderela Interior e agora estou aqui falando de lá! Tenho tanta coisa para fazer que nem sei por onde começar… Meus e-mails!!

Fica o convite: Graziella Mafraly também no Orkut!


Alguns dias sem PC!

Certo, parece brincadeira! Minha vida parou nos últimos dias porque fiquei sem computador! Primeiro seria rápido, pois era só uma formatação “básica”.

Eu tinha mandado alguns e-mail para blogs literários, tentando entender como funciona essa história toda de parceria, principalmente para o meu livro que ainda não foi lançado. Estava esperando ansiosa pelas respostas e… fiquei sem computador!!

Tudo bem, lan-house serve para que? Li os e-mails e retornei. Nova espera sem computador. Quando eu pensei que tudo ia melhorar, não me adaptei com o novo sistema operacional, pois tudo ficou l.e.n.t.o… muito lento…

Pensei que minha vida tinha acabado (rs). Agora dá para rir! Eu voltei!!

Peço desculpas formais a todos que eu deixei esperando meu contato, mas vou tentar recuperar o tempo perdido.

Nem acredito que estou novamente no meu blog… querido blog…


Incesto

Primeiramente, vou explicar a palavra em si, já que não é todo mundo que sabe o significado: Incesto é a relação sexual ou marital entre parentes próximos ou alguma forma de restrição sexual dentro de determinada sociedade. É um tabu em quase todas as culturas humanas, sendo por isso considerado um tabu universal. (Wikipédia)

Não posso negar que adoro escrever sobre assuntos polêmicos e um dos meus romances refere-se a este tabu. Tentei abordar o tema de uma forma leve, descrevendo o despertar de uma adolescente quando começou a vivenciar seu primeiro amor.

Samanta é uma personagem forte, porém imatura e inconsequente. Sua idade lhe permite desejar mesmo aquilo que é proibido, tomando determinadas atitudes em relação ao irmão mais velho que estão longe da normalidade.

Rafael, por ser seis anos mais velho, sempre teve a ideia que deveria proteger e cuidar dela, mas percebeu que mimá-la poderia ser perigoso, já que Samanta insistia em não entender que esse amor era impossível de se realizar.

Paixão, amor, capricho ou simplesmente insensatez? Como classificar e julgar sentimentos sem conhecer toda uma história? Incesto é um livro que aborda um tema complexo, sem deixar de ser verdadeiro, envolvente e surpreendente!


Meus Livros

Quando olho para o passado, lembro que imaginava o quanto difícil seria colocar no papel as histórias que estavam na minha cabeça. Pura bobagem! Escrever é divertido, prazeroso e gratificante.

Difícil e complicado é encontrar uma editora! Falar a verdade, eu ainda não comecei a fazer esse trabalho, mas todo mundo diz que é e eu acredito. Só que vou trilhar esse caminho muito em breve.

Minha Cinderela Interior é um livro que vou colocar em uma editora por demanda. Laura é minha experiência como escritora em trilhar esse mundo tão complicado e ela está me possibilitando conhecer pessoas maravilhosas.

Só que o tempo está passando e eu estou querendo mais! Quero compartilhar meus trabalhos e personagens, mesmo que eles estejam percorrendo o tal caminho “Em Busca da Editora dos Sonhos”.

Tenho gêneros bem diversificados e espero que um deles te agrade. No decorrer dos próximos dias vou postar alguma coisa sobre os meus outros projetos.


A Capa do meu Primeiro Livro

A capa do livro Minha Cinderela Interior ficou pronta!! Espero que gostem!

Como eu disse anteriormente, saiu diferente da minha ideia original, mas vou mentir se falar que não gostei. Na verdade, adorei!!

Na imagem que recebi, tanto a fita quanto o nome do livro estão em vinho, mas no post parecem pretos. Não sei se está assim para vocês também.

Uma das coisas mais bacanas da capa de Minha Cinderela Interior (para mim, é claro) é que essas mãos são da minha irmã Fernanda. Fiquei tão feliz dela participar desse meu projeto, que não tenho palavras para descrever isso.

Precisávamos de mãos mais gordinhas para fazer a capa, pois Laura (a personagem principal) sofre neuras fantásticas por estar acima do peso.

Esta foto ficou perfeita para o contexto do livro.

O Livro da Gordinha

Carinhosamente,  o livro Minha Cinderela Interior, é chamado desta maneira por algumas pessoas que conhecem a história. Apesar de que minha amiga Suellen, que é magrinha, disse que muitas das neuras que a personagem tem, também fazem parte do universo das garotas magras.

Na verdade, não posso dizer nada a esse respeito, pois nunca fui magra. Certo, algumas dessas neuras eu mesma vivi, outras escutei de amigas que também tiveram que superar o fato de estarem acima do peso para  reconhecem as mulheres lindas que são.

Minha Cinderela Interior é um livro bem humorado, então garanto que dificilmente alguém vá se deprimir com o assunto. A capa e o título remetem a um romance adolescente, mas a história é apimentada, então não recomendo o livro para menores de dezoito anos.

Não posso esquecer de comentar sobre quem teve toda a paciência do mundo comigo nesses últimos dias. Dei palpite, pedi para mudar isso ou aquilo, troquei de opinião no meio do caminho, pedi para  praticamente recomeçar umas três vezes  e ele nem me mandou “catar coquinhos na ladeira”. Mario Leandro Lins fez um trabalho excelente mesmo eu estando por perto para tirar seu sossego.

Quando imaginou que se veria livre desse meu turbilhão de loucuras, sorriu e aceitou fazer o Book Trailer! Em seu olhar não consegui ver o desespero que deveria estar passando em seu íntimo… Ele realmente é um profissional incrível.

Vou adorar saber a opinião de vocês sobre a capa, por favor, comentem.

 

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...