Máquina de Escrever x 12.12.12

Preciso fazer um banner novo para meu blog, principalmente depois de ter perdido minhas configurações e estar tentando ajeitar as coisas por aqui. Então, procurando por imagens de máquinas de escrever, acabei deparando-me com a foto de Giuseppe Oristano no plano de fundo da tela.

Fechei a imagem (depois do download da imagem da máquina de escrever) e comecei a ler o blog dele. Agradável surpresa mesmo! Ele escreve gostoso e de forma bem humorada.  Até deixei um comentário na página… enorme…. (coitado). Vou postar um pedacinho: “Estamos tão acostumados a ver o ator como ator, nas telinhas, mais como se ele fosse mesmo o personagem que está interpretando naquele momento, que quando deparamos com vocês fazendo algo diferente do que nossas mentes estão habituadas, espantamos.
Falar a verdade, acabei sentindo-me limitada (rs…), espantando por ver um Giuseppe diferente. Valeu demais a experiência matinal por ver um outro lado do excelente ator que você é.”

A primeira vez que vi esse ator trabalhando foi em uma novela chamada Os Imigrantes (1981 – Rede Bandeirantes) e ele devia ter uns 20 aninhos. Naquela época eu assistia muito mais televisão do que hoje. Sinto mesmo de não ir mais tanto ao teatro, pois amo.

Falando em televisão, no post de hoje do Giu (pois agora já estou sentindo que tenho intimidade para chamá-lo assim… rs…), entre outras informações, como o aniversário do Silvio Santos, fiquei sabendo que era o comediante Borges de Barros que dublava o personagem Dr. Smith de Perdidos no Espaço.

Já sei, você não sabe quem era Borges de Barros e menos ainda quem era Dr. Smith! Bem vindo (a) ao clube, pois a maioria das pessoas que eu conheço (tirando meus pais e minha sogra) não sabem do que estou falando. Uma ajudinha, ao lado o ator Borges de Barros interpretando um de seus personagens no programa do SBT A praça é Nossa (pelo menos o programa chamá-se assim hoje em dia). Ele faleceu em 2007 aos 87 anos (viva a Wipipédia!!).

Também não resisti em colocar a foto do Dr. Smith ao lado do Robô B9 do seriado Perdidos no Espaço (seriado de televisão produzido entre 1965 e 1968, que contava as aventuras da família Robinson no espaço, a bordo da nave Júpiter 2). Certo, eu assisti quando repassaram a reprise…

Robô B9 e o Dr. Zachary Smith (Jonathan Harris)

Sou obrigada a contar. Esses dias atrás, em uma reunião família, acabei falando sobre essa série e para minha surpresa, ninguém conheci. Tiram tanto sarro da minha cara, que no final, acabei ganhando o apelido carinhoso de “elo perdido” e todos estão desconfiados que minha certidão de nascimento é falsificada.

Seriados que assisti, músicas que conheço, novelas e até desenhos… Tem um monte de coisa que o pessoal da minha geração nunca ouviu falar!

Estou começando acreditar que eu nasci mesmo a 10.000 anos atrás e que não tem nada nesse mundo que eu não saiba demais (plagiando Raul Seixas – Esse você conhece, né?!).

Bom, minha pesquisa sobre imagens de máquinas de escrever rendeu… Acho que estou mesmo fora de época, pois ninguém mais usa máquina de escrever, mas quando eu comecei a ‘rabiscar” minhas ideias e a colocar no papel minhas histórias foi em uma Remigton Ipanema Olivetti. Eu peguei a imagem dela, mas vou deixar para outro dia… rs…

Esqueci de falar, hoje é 12.12.12 e se o mundo acabar mesmo no dia 21, esse tipo de coisa nunca mais vai acontecer. Então, aproveite o dia!

 


Retrospectiva 2012 – Blog Graziella Mafraly

Feliz Aniversário Atrasado!!
Um ano de Blog!!

 

O ano passa voando mesmo! Não estou falando isso porque já é Dezembro e eu estou preocupada com o final do ano batendo à porta. Na verdade, eu estou abismada porque meu blog completou 1 ano de vida em 12 de Outubro e eu nem vi!!

Fiz aniversário e não percebi?!! Credo!

Fazendo as contas foram 104 publicações no ano, uma média de 2 post por semana. Pouco, já que percebi que Agosto e Outubro foram os meses que menos escrevi! Não é a toa que perdi o aniversário do meu blog…

Posso falar sobre problemas pessoais que levaram-me a não conseguir nem chegar perto do computador, ou falar do livro que estou escrevendo no momento, mas fazendo um balanço, ainda é pouco. Por outro lado é muito!

Quando comecei não imaginei que em 1 ano eu teria mais de 5.000 visitantes! Quem está acostumado a gerenciar um blog pode dizer que esse número é uma migalha perto do fluxo que muitos blogs fazem diariamente, mas para alguém que começou sem entender quase nada de computadores e Internet, estou satisfeita com o número de visitantes.

Se em 2013 eu levar meu blog com mais afinco e não deixar determinados problemas pessoais intervirem, posso dobrar esse número. Ainda é pouco? Talvez, mas para qual realidade?

Minha trajetória muito louca…

27 de Outubro de 2011 – Registro na Biblioteca Nacional do meu primeiro livro (foto com cara de boba!). Depois de tantos anos escrevendo e guardando papel na gaveta, dei o primeiro passo. O registro saiu só em 29 de Dezembro, mas foi como se tudo estivesse desenrolando para minha jornada começar no ano que estava entrando!

Postei o primeiro capítulo de Minha Cinderela Interior, fiz contato com inúmeros blogs para divulgação, mas até então meu livro estava em PDF e poucas pessoas deram-me a oportunidade de fazer a resenha do meu bebê.

01 de Fevereiro de 2012 – Saiu a capa do livro (com muito pitaco meu). Sei que muitas pessoas não gostaram dela, mas pareceu perfeita naquele momento! Certo, tenho que mudar e desapegar, mas o carinho pela capa ainda é um empecilho para eu conseguir fazer isso. Um livro não deve ser julgado pela capa, mas ela é o primeiro atrativo para o leitor dar a chance de, ao menos, ler a sinopse!

27 de Março – A Primeira Resenha!! Minha madrinha Valerie Ortega do blog Brilho da Estrelas foi maravilhosa comigo. Foi a primeira pessoa que aceitou minha proposta de resenhar pelo PDF e eu ainda estou devendo um exemplar do meu livro… vou pagar minha dívida em breve.

29 de Abril, lançamento oficial do livro pela Editora PerSe. Continuem comprando!!

Depois do lançamento fui presenteada por mais duas resenhas, a da dinda Pollyanna do blog Momentos de Leitura e da dinda Verônica Sobreira do blog Tribo do Livro. Inclusive, foi a Verônica que organizou o primeiro Book-Tour do meu livro e assim Minha Cinderela Interior foi agraciada com vária resenhas.

Depois dessa correria recomecei a escrever e o blog ficou meio de lado, mas 2013 está chegando e eu já planejei coisas para esse novo ano, assim, espero que 2013 seja maravilhoso para todos nós.