Máquina de Escrever x 12.12.12

Preciso fazer um banner novo para meu blog, principalmente depois de ter perdido minhas configurações e estar tentando ajeitar as coisas por aqui. Então, procurando por imagens de máquinas de escrever, acabei deparando-me com a foto de Giuseppe Oristano no plano de fundo da tela.

Fechei a imagem (depois do download da imagem da máquina de escrever) e comecei a ler o blog dele. Agradável surpresa mesmo! Ele escreve gostoso e de forma bem humorada.  Até deixei um comentário na página… enorme…. (coitado). Vou postar um pedacinho: “Estamos tão acostumados a ver o ator como ator, nas telinhas, mais como se ele fosse mesmo o personagem que está interpretando naquele momento, que quando deparamos com vocês fazendo algo diferente do que nossas mentes estão habituadas, espantamos.
Falar a verdade, acabei sentindo-me limitada (rs…), espantando por ver um Giuseppe diferente. Valeu demais a experiência matinal por ver um outro lado do excelente ator que você é.”

A primeira vez que vi esse ator trabalhando foi em uma novela chamada Os Imigrantes (1981 – Rede Bandeirantes) e ele devia ter uns 20 aninhos. Naquela época eu assistia muito mais televisão do que hoje. Sinto mesmo de não ir mais tanto ao teatro, pois amo.

Falando em televisão, no post de hoje do Giu (pois agora já estou sentindo que tenho intimidade para chamá-lo assim… rs…), entre outras informações, como o aniversário do Silvio Santos, fiquei sabendo que era o comediante Borges de Barros que dublava o personagem Dr. Smith de Perdidos no Espaço.

Já sei, você não sabe quem era Borges de Barros e menos ainda quem era Dr. Smith! Bem vindo (a) ao clube, pois a maioria das pessoas que eu conheço (tirando meus pais e minha sogra) não sabem do que estou falando. Uma ajudinha, ao lado o ator Borges de Barros interpretando um de seus personagens no programa do SBT A praça é Nossa (pelo menos o programa chamá-se assim hoje em dia). Ele faleceu em 2007 aos 87 anos (viva a Wipipédia!!).

Também não resisti em colocar a foto do Dr. Smith ao lado do Robô B9 do seriado Perdidos no Espaço (seriado de televisão produzido entre 1965 e 1968, que contava as aventuras da família Robinson no espaço, a bordo da nave Júpiter 2). Certo, eu assisti quando repassaram a reprise…

Robô B9 e o Dr. Zachary Smith (Jonathan Harris)

Sou obrigada a contar. Esses dias atrás, em uma reunião família, acabei falando sobre essa série e para minha surpresa, ninguém conheci. Tiram tanto sarro da minha cara, que no final, acabei ganhando o apelido carinhoso de “elo perdido” e todos estão desconfiados que minha certidão de nascimento é falsificada.

Seriados que assisti, músicas que conheço, novelas e até desenhos… Tem um monte de coisa que o pessoal da minha geração nunca ouviu falar!

Estou começando acreditar que eu nasci mesmo a 10.000 anos atrás e que não tem nada nesse mundo que eu não saiba demais (plagiando Raul Seixas – Esse você conhece, né?!).

Bom, minha pesquisa sobre imagens de máquinas de escrever rendeu… Acho que estou mesmo fora de época, pois ninguém mais usa máquina de escrever, mas quando eu comecei a ‘rabiscar” minhas ideias e a colocar no papel minhas histórias foi em uma Remigton Ipanema Olivetti. Eu peguei a imagem dela, mas vou deixar para outro dia… rs…

Esqueci de falar, hoje é 12.12.12 e se o mundo acabar mesmo no dia 21, esse tipo de coisa nunca mais vai acontecer. Então, aproveite o dia!

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>