Pedido de Desculpas

Fui atualizar o blog e minhas configurações simplesmente sumiram! Certo, isso pode parecer normal para quem entende de computadores, mas esse não é meu caso…

“E você não fiz back-up?!”

Fiz, mas não sei direito como usar aquilo (rs contrangidos…)

Então está faltando muitas coisas em minha página, mas estou providenciando para colocar as coisas no lugar. Apanhei, mas consegui colocar meus botões de redes sociais sobre os posts. Está melhor do que antes.

O box do Twitter mudou e eu não gostei do novo… Os links dos meus blogues favoritos vão voltar, é só termos paciência…

Bem, desculpem minhas trapalhadas, mas logo o blog voltará ao normal. Tem coisas que vem para o bem, pois estou percebendo que esse espaço é importante para mim e vi que estava deixando ele de lado.

Grande abraço.

Graziella Mafraly


Era para ser “Cristácia”

Dia das Crianças a gente não pode deixar passar em branco!

Mesmo com quase (leia bem o “quase”) quarenta anos, hoje ganhei chocolate de Dia das Crianças! Achei tão fofo! Bem, entrando no assunto sobre feriado  sobre o dia de hoje, acabou surgindo um assunto bobo, da época que eu realmente era criança.

As más linguas dizem que eu sou praticamente o “Elo Perdido” já que lembro de filmes, seriados, desenhos e músicas que ninguém da minha geração nunca viu… Mas eu juro que fui criança um dia.

Voltando a minha história. Fui registrada em cartório quando tinha seis anos de idade. Não perguntem porque meus pais demoraram tanto, só sei que eu já estava em vias de entrar para a escola e ainda não tinha registro. Lembro como fosse hoje, a moça do cartório perguntando meu nome. “Graziella com Z e dois L”. Naquela época eu devia achar que esse era meu nome completo, pois lembro dessa história de “Z e dois L” desde os primórdios da minha existência.

A moça perguntou se eu queria esse nome mesmo, foi então que veio o problema. Já que ela tinha tocado na questão, eu queria muito trocar meu nome para “Cristácia”.

- Por que o nome “Cristácia”?

Pergunta mais boba… – Por causa da menininha do Gulliver! – A resposta saiu tão simples, como se fosse óbvio.

Depois disso eu fui convencida por minha mãe que todo mundo já estava acostumado com o nome “Graziella” e que era melhor ficar assim mesmo.

Para quem conheceu o desenho As Aventuras de Gulliver e para quem não conheceu:

 


Sujeira em São Paulo nas Eleições de 2012!

Lendo o título até parece mais uma falcatrua dos nossos políticos de hoje em dia… apesar que não deixa de ser.

Existem assuntos que eu não gosto de  comentar. Fujo de dar determinadas opiniões, principalmente quando falamos de religião, futebol e política. Só que tem uma coisa que eu vi ontem que me deixou muito triste.

Passava só um pouquinho das oito horas da manhã quando eu saí de casa para votar. A escola é tão pertinho que da esquina da minha casa vejo o movimento dos alunos no portão dela. Certo, também não sou a pessoa mais politicamente correta desse mundo, mas a cena que eu vi foi surpreendente!

Algumas pessoas na rua andando vagarosamente sobre a grande quantidade de papel que praticamente cobria a rua!! Gente, as votações tinham começado há alguns poucos minutos e a rua já estava forrada de papel!! O pessoal que trabalha com campanha política deve ter acordado muito cedo, ou melhor, nem ter dormido de sábado para domingo só para poder espalhar papel nas ruas próximas aos locais de votação.

Boca de urna é proibida, então vamos jogar papel nas ruas na esperança de capturar aquele eleitor que está indo votar e não tem candidato definido ainda, pois ele se liga tanto no que está acontecendo em seu município que só vota mesmo porque essa “coisa” é obrigatória! Então, visualizem comigo, ele pega um desses milhares de papel do chão e vota em seu vereador escolhido ao acaso no lixo!

Eu tive dificuldade de andar até a porta da escola, com medo de escorregar sobre o papel… Peguei algumas fotos na internet para ilustrar o post e não tive dificuldade alguma de encontrar o que precisava. Digitei: “sujeira nas ruas sp” e apareceram diversas imagens com indicação de 12h de postagem, 18h e por aí foram.

No momento que eu vi a rua daquela forma, passaram por minha cabeça algumas palavras, “judiação” foi só a primeira. O desperdício de papel, a sujeira que os garis vão ter limpar nessa segunda… e se chove?! São Paulo já não tem nenhum problema com enchente mesmo, o que tem jogar essa tonelada de papel nas ruas?

No meio das imagens, apareceu este cartaz ao lado.

São Paulo vai ter o segundo turno para prefeito entre os candidatos Serra e o Haddad. Espero que eles, além de tantas outras coisas que acontecem nas candidaturas, não necessitem também de sujar as ruas como aconteceu agora com os candidatos a vereador.

Refletindo: “Se nossos candidatos a vereadores, que são aqueles que estão mais próximos da realidade de nosso bairro, fazem tanta sujeira na rua para tentar eleger-se, o que eles farão na Câmara Municipal se conseguirem? Mais sujeira?”

 

 


Pesquise Antes de Editar

Quando fui editar Minha Cinderela Interior fiz uma boa pesquisa sobre Editoras, preços, Editoras por Demanda, Editoras em Parcerias e outras coisinhas mais. Postei sobre o registro na Biblioteca Nacional, ISBN e até falei sobre a parte da divulgação que nós autores temos que fazer.

Essa semana, pela rede Linkedin, uma matéria acabou chamando minha atenção. O título é: “CUIDADO com a LP-Books (Editora LivroPronto)!!”

 Trata-se de uma denúncia, onde a autora Geyme Lechner conta como foi o problema que vivenciou ao editar seu livro com essa empresa. Além dela mesma ter que revisar e corrigir seu romance, o que constava no contrato que a editora faria, muitos outros problemas ocorreram.

“Os livros que paguei para publicar chegaram até mim, borrados de tinta, sujos, com folhas caindo do miolo, páginas em branco, numeração saltando de 100 para 200. Reclamei com o pessoal da editora, e para variar, uma vez mais, ninguém se responsabilizou pelo ocorrido, tive varias “explicações”, mas nenhuma solução.”

 Depois de muito reclamar, ela recebeu um e-mail do Sr. João Antonio de Carvalho (Editor Responsável da empresa em questão). Gente, vocês precisam ver o tamanho do desrespeito que a Geiyme, enquanto cliente, foi tratada… Claro que o caso acabou na justiça, pois só assim para resolver.

Fiquei imaginando, eu, escritora iniciante, sonhando em ver meu “filhotinho”  ganhar forma, toda feliz por ter conseguido de uma forma ou de outra editar meu livro… fiquei perplexa! O abalo emocional, o sonho quase sendo dissolvido diante dos meus olhos, a amargura de não ter uma resposta decente e… fora o grande desaforo!!

Essa foto de cima, retirei do blog da escritora, mas tem mais, chega a doer o coração! Para quem quiser ler a matéria na íntegra, é só clicar nesse link:  “Blog Boutique de Ideias.”

Fica a dica da Geyme para todos nós autores: Antes de publicar com determinadas editoras sob demanda, pesquise antes, averigue, pergunte para quem já publicou com a mesma para não correr o risco de comprar gato por lebre e sair na pior… Da boca para fora, todas têm as mesmas palavras prontas: “Somos respeitáveis, temos experiência, somos isso, aquilo…”!!


Feliz Dia do Escritor!!!

A todos os escritores, desejo que realizem seus sonhos de verem seus trabalhos publicado. Seja em um editora convencional, por demanda, seja de forma totalmente independente ou só por e-book. O que importa para a maioria é ser lido.

Se você conseguir viver disso, parabéns! Se não conseguir, não fique triste, pois não está sozinho (a). De qualquer forma, feliz dia do escritor!!


Revisão de Textos

Todo escritor passa pela infernal revisão de textos. Claro que não são apenas os escritores, eu sei disso.

Quantos alunos que estão para entregar seus trabalhos de conclusão de curso na faculdade, não precisam, além de revisão, de uma boa diagramação? Precisamos colocar nossos textos enquadrados nesta ou naquela norma.

Eu escrevo muito, mas não vivo sem meu corretor ortográfico ligado. Quem dera a ortografia fosse o único problema…

O meu “bicho papão” chama-se GRAMÁTICA!! Essa danadinha tem perseguido minha vida desde o colégio. Quantas vezes leio e releio determinadas regras, mas vivo colocando o “me” nos lugares mais improváveis para quem tem uma relação mais intima com minha perseguidora (a gramática)?

Antes de lançar Minha Cinderela Interior, reli o livro a procura de erros mais de seis vezes! Passou pela mão do meu marido (que é muito bom em português) e até fiquei deprimida em ter que usar uma tal de mesóclise que acabou gerando um: “far-me-ia” ou outro bicho estranho qualquer. Tudo em nome da gramática.

Escrever corretamente é importante. O pessoal pode fazer atrocidades no MSN, e-mails particulares ou em suas anotações pessoais. Só que você tem responsabilidade de escrever corretamente quando monta um blog (que pode ser lido em qualquer parte do mundo), quando escreve um livro (mesmo tendo liberdade de escrever algumas coisas erradas quando se trata de diálogos, pois os personagens podem falar errado, usar gírias e trocar tudo de lugar…), quando entrega um trabalho na faculdade ou quando escreve um simples e-mail dependendo para quem é e qual sua finalidade.

Já sei, você achou um erro no que eu escrevi. Acredito. Por esse motivo, precisamos em muitas situações de um profissional para fazer nossas revisões. No meu livro, umas das pessoas que fez a resenha alertou-me que eu deveria verificar alguns errinhos bobos que ainda estão lá. Podem ser “bobos”, mas o que não pode é estar lá.

Você leu até aqui? Fico feliz. Comente o post e se precisar de um bom profissional para sua revisão ou diagramação procure:

Neusa Olimpio, que além de ter um blog interessante sobre o assunto, oferece seu serviço nessa área. Entre em contato pelo e-mail willolimpio@ig.com.br 

ou

Verônica Sobreira que é resenhista do blog Tribo do Livro e também  trabalha com revisões. Seu e-mail é veronica@tribodolivro.com


As Críticas em Minha Cinderela Interior

Esta semana estou muito feliz!! Primeiro, meu livro recebeu uma crítica excelente de Fátima Pacheco. Ela é uma professora das antigas e uma pessoa absolutamente sincera. Quando meu livro chegou em suas mãos, até tive um certo frio na barriga, pois sei que ela falaria sua opinião sem florear.

A princípio ela imaginou que meu estilo fosse parecido com o de Adelaide Carraro, escritora brasileira nascida em 1936, que escreveu mais de 40 livros, porém sua obra foi taxada como pornográfica. No decorrer da leitura, ela afirmou que percebeu um estilo inovador, próprio e que a parte que trata de assuntos relacionados ao sexo, não são vulgares e sim eróticos.

Disse, ainda, que indicará meu livro para suas amigas. Olha só! Quer felicidade maior para uma escritora do que receber uma crítica dessas?

Outra coisa que deixou-me muito feliz, foi o fato do post de ontem repercutir. Mais uma escritora está indo para a página “Eu Recomendo” ali de cima. Nossos livros sendo divulgados por mais blogs, mais pessoas lendo, sabendo da existência do nosso trabalho! Isso é demais!

Olha o link para  vocês conferirem:

http://www.neusaolimpio.blogspot.com.br/p/eu-recomendo.html

http://historiasquepintam.blogspot.com.br/p/obras-recomendadas.html

http://francilangela.blogspot.com.br/p/eu-recomendo.html


Por que não trocar divulgação?

Projeto entre Escritores

Começando esse mês de julho com um projeto novo. Conheci a rede Linkedin por acaso, fiz meu cadastro, mas ainda não estou familiarizada com essa rede social. Só que na semana passada li uma chamada do grupo “Escritores, Autores e Editores” que achei muto interessante.

A escritora Jacira Fagundes lançou o tema: “Faço um convite aos integrantes do grupo. Uma “troca de favores” visando divulgação de nossas obras para circularem em sites e blogs pessoais.”

Essa história começou há dois meses atrás e está rendendo frutos. Achei ela tão boa, que estou aderindo ao movimento. Vou abrir um espaço em meu blog chamada “Eu Recomendo” para postar a capa, sinopse, nome/site do autor e link da venda do livro.

O escritor que gostou dessa ideia, mas não participa do Linkedin, pode entrar em contato comigo pelo e-mail graziellamafraly@semig.com.br e ajustaremos nossa troca de divulgação ;-)

Espero que gostem da ideia!

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...